sábado, 10 de julho de 2010

Blizzard VS LUG!



O EMBATE DA DÉCADA!
Diablo vs Bafomé
Quem ganhará essa disputa?


Como muitos gamers já sabem, a Blizzard pretende abrir um escritório no Brasil e, com isso, distribuir e gerenciar seus jogos em terras tupiniquins.
Isso significa que ela terá que enfrentar as "concorrentes" já instaladas no país, tais como: GameMaxx, Hazit Games (antiga Kaizen Games), Hoplon Infotainment, OnGame - citando algumas das empresas sediadas em solo nacional... Ou que fornecem jogos para público brasileiro, mas se encontram sediadas em terras estrangeiras, como: AlaPlaya e GPotato (para jogos com interface em português) ou NCSoft e NTReev (para jogos abertos ao público brasileiro, mas de âmbito e interface internacional/em inglês).
E, entre elas, a "toda poderosa dos MMOs": a LevelUP! Games do Brasil (ou só LUG!, para os íntimos).

Tá! E o kiko?

O "kiko" é que a Blizzard se trata, simplesmente, da mais aclamada empresa de jogos (online ou não) no tocante à qualidade! Quesito este que a LUG! parece ignorar totalmente. Não é por acaso que geralmente os seus clientes dizem que "LUG" se refere à "LagUP! Games"...

Pra quem não entendeu, um pouquinho de história dos MMOs no país:
Até 2004, as únicas opções de jogos online para brasileiros se encontravam fora do país; a esmagadora maioria sem sequer uma interface em português. Foi quando, no final deste ano, a LevelUP! Games internacional resolveu abrir aqui uma filial para explorar o mercado com seu então maior sucesso: Ragnarok Online.
A escolha não foi por acaso - além de se tratar, naquele momento, do jogo de maior sucesso em todo o mundo (fosse por leveza de especificações ou facilidade de aprendizado), o mercado brasileiro também já procurava avidamente saciar sua carência por meio de servidores "privates" (conhecidos também como piratas alternativos); e, por causa de falhas na segurança da empresa desenvolvedora, este era justamente o jogo com maior disseminação de versões - customizadas ou não - por toda a internet.
A partir de então, a empresa assinou parcerias entre diversas outras empresas do ramo da tecnologia em geral - desde UOL até TecToy - iniciando assim um movimento de expansão massivo no território. Este movimento ganhou força logo após a estabilização definitiva do Ragnarok, marco assinalado com o lançamento nacional do jogo GrandChase, em 2006.
Desde então, o principal objetivo da empresa parece ser dominar o mercado arrebanhando o máximo de jogadores possíveis, por meio da disponibilização de um número de títulos cada vez maior; como pode ser visto na página da própria empresa sobre seu histórico. Para se ter uma idéia, acredita-se que a empresa atualmente tenha "contrato firmado" (contas registradas) em algum de seus jogos com cerca de 60~70% de TODOS os jogadores ativos na internet brasileira!

O problema é que o "modus operandi" da LUG! se resumiu APENAS na expansão de "território", esquecendo-se totalmente de priorizar a qualidade no atendimento aos seus clientes! Ponto este que é JUSTAMENTE aquele priorizado pela Blizzard - famosa por ter um rigor tal em seu atendimento que chegou até mesmo a banir uma jogadora simplesmente por esta participar de filmes pornô!
Claro, além de atitudes radicais como essa, ela também atende às reclamações de seus clientes com uma velocidade espantosa, e seus jogos online costumam conter muitos poucos "bugs" e/ou praticantes de delitos (como "botters", gold sellers ou hackers).

Um bom exemplo sobre a qualidade de atendimento da LUG! é o que ocorre com o jogo Rising Force Online: o jogo já passou por um total de mais de seis meses fechado por problemas técnicos, mais de outro tanto com períodos de instabilidade que anulavam qualquer tentativa de uso do mesmo, e mais de um ano com criação de novas contas bloqueada - sendo que o servidor possui apenas TRÊS ANOS E MEIO de vida, INCLUINDO períodos de testes! Isso sem contar um sistema de atendimento totalmente falho e demorado, que se utiliza de respostas padronizadas muitas vezes DE OUTROS JOGOS...
Aliás, aí vai um recadinho pra LUG!:

ALOOOWWW?!? ACOOORDEM!!!
DEIXAR UM SERVIDOR NESTE ESTADO É PEDIR PARA FECHÁ-LO!
Nem a finada UnO Games conseguiu uma proeza TAMANHA dessas! Palmas para vocês! 

Por outro lado, o que podemos esperar da Blizzard?
Uma empresa de tamanho rigor certamente trará problemas em uma terra tão "ilícita" quanto nosso Brasil varonil... Já presenciamos situações parecidas - em servidores estrangeiros diversos - onde a quantidade de meliantes compatriotas nossos agindo irregularmente levou as empresas responsáveis a agirem de forma até "paranóica", baixando (e executando) decretos altamente nocivos para elas mesmas, como: proibir o acesso por meio de LAN Houses, banir contas (inocentes) que utilizassem o mesmo IP que uma conta infratora usou no passado e, em casos mais extremos, simplesmente bloquear o acesso proveniente de nossa região.
Outro fator a se considerar é nosso sistema jurídico, extremamente precário, em relação à delitos virtuais, especialmente aqueles ocorridos na área de entretenimento. Pois, na nossa nação, um juiz é simplesmente incapaz de ver os danos (em especial, financeiros) causados por programas e falhas que dão à um jogador em particular vantagens não previstas no sistema do jogo - simplesmente por se tratar de um jogo!

Isso tudo significa que: muito provavelmente, a Blizzard em algum momento começará a agir de forma desesperada. Sim! Pois o nosso país é apenas o PIOR país quando se trata de "respeito virtual"! E, pra piorar, há de chegar o momento em que a empresa recorrerá aos meios legais para combater toda essa "rebelião", e ela se encontrará desamparada - pois as cortes darão preferência aos "e-criminosos" por causa da visão tacanha e retrógrada de nossos magistrados! Isso, num lugar mundialmente famoso por sua proliferação desenfreada de "e-gafanhotos", não é muito bom...

Por fim, e como já era de se esperar, a LUG! - melhor informada dos acontecimentos até mesmo por ser uma empresa do ramo (além da Blizzard aparentemente ter feito uma pequena parceria com a UOL, que já é "unha e carne" com a LUG!) - já vem se preparando contra a investida Blizzard'iana, com ações e programas como o 'Level UP! Para Você', participação massiva em eventos presenciais (AnimeFriends, EIRPG, além do próprio LevelUP! Live), um novo sistema de tickets (que funciona melhor, mas tem a mesma eficácia do anterior ¬¬), canais em mídias diversas (YouTube, Twitter, Facebook).
O problema é que isso tudo tem que ser INCORPORADO pela empresa, ao invés de ser usado como simples "maquiagem" como vem acontecendo até agora. E digo isso pois nem mesmo infraestrutura para adicionar mais um jogo em seu cardápio ela dispõe - ou seja: a empresa já está chegando ao seu limite!

Então, façam suas apostas! Quem irá ganhar este duelo?
Ou melhor: quem irá ganhar, ou perder, COM este duelo?

3 comentários:

RiKeSaN disse...

Mesmo a LEVELUP sendo uma gigante aqui (em relação à quantidade de jogos), a Blizzard tem potencial para alcançá-la e até mesmo ultrapassá-la devido a qualidade de serviço, que eu ainda acho que será o ponto forte da empresa, mesmo nosso sistema jurídico sendo horrível.

Mas vamos pensar para o lado bom da coisa... Não há melhoras no serviço sem concorrência. Com a Blizzard vindo para cá, os serviços das outras empresas vão melhorar também (ou não).

GuixD disse...

A Gamemaxx é outra que ta piorando a qualidade ao passar dos tempos,atualmente só gosto da administração da Gala-net brasileira(www.gpotato.com.br)

Quem ta no comando da gala-net,se não me engano é o Jason,ex GM do cabal,que antes de sair da gamemaxx ,acho que se tornou Gerente ou outra coisa acima de GM(não me lembro bem D: )

LUG?Não obrigado.

Guilherme disse...

so aguardando a blizzard chegar com diablo 3 server brazuca oh meu deus, vo raxar os dedos d jogar

Posts Relacionados com Thumbnails